Rede Social


terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Por que 'OA' é uma das séries de TV mais importantes de 2016?

A maneira como a série surgiu de repente, sem uma grande campanha por parte da Netflix, tem levado a mídia a comparar The OA com outra série de ficção científica e fantasia, que foi lançada silenciosamente em 2016 e acabou se tornando um fenômeno cultural – Stranger Things. 

Por tudo isso, a Loja Mundo Minimalista resolveu assistir The OA e descobrimos porque essa história se tornou uma das séries mais importantes do ano passado. Quer saber por quê? Confere abaixo. ;)

The OA

Enquanto que Stranger Things era uma ode escapista aos filmes de aventura para crianças dos anos 80, The OA é uma fantasia em camadas que é, ao mesmo tempo, dark e assombrosa, fazendo perguntas que intrigaram filósofos e estudiosos há séculos. Lógico que não podemos revelar aqui quais são essas perguntas - ninguém merece spoilers, né? - mas as respostas únicas de The OA para essas perguntas são deslumbrantes e permanecem com você muito tempo depois de assistir à série. 

É provável que você termine um episódio de The OA à noite e se pegue olhando para o teto na cama, ponderando sobre as cenas que viu e decifrando as provocações metafísicas que o programa apresentou. 

Essa série pode ser comparada a um filme, um filme de longa duração - mais de sete horas de duração, de fato - dividido em oito capítulos, concebido por um par de cineastas desafiadores de paradigmas. Isso é parte do que é tão incrível sobre The OA: um dos roteiros mais puros e criativos das séries de TV que vimos durante todo o ano de 2016.

A série agarra você desde a primeira cena, um momento estranho no topo de uma ponte em que uma mulher desliza entre carros em movimento e lança-se fora da grade. Imagem que é capturada via iPhone e carregada para o YouTube. Como muitos dos enigmas que cercam "OA", a explicação vem, mas nunca está totalmente clara.

Agora, obviamente, a história não é 100% perfeita e sofre de problemas pontuais de ritmo aqui e ali ao longo de seus oito episódios. Por outro lado, seus criadores Zal Batmanglij e Brit Marling, compensam tudo de maneira eloquente ao construírem a lógica narrativa da série com um claro começo, meio e fim, fazendo com que nos tornemos, assim como as cinco pessoas que embarcam na jornada proposta por Praire (Marling), parte do processo de revelações e descobertas daquela história ao mesmo tempo em que também passamos a refletir e questionar a legitimidade de tudo aquilo.

SIM... "OA" é tudo isso. E, definitivamente, é uma série que vale a pena ser assistida! ;)

E você? Já assistiu? Deixe aqui sua opinião pra gente.

É claro que a Loja Mundo Minimalista não poderia deixar de criar um poster da série, né? Olha que quadro perfeito:


Gostou? Vem pra loja e faça já o seu pedido desse poster tão incrível quanto a série! Acesse: www.mundominimalista.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário