Rede Social


sexta-feira, 2 de junho de 2017

Obra-prima dos Beatles completa 50 anos como o mais influente disco conceitual pop


Sgt. Pepper's foi um dos êxtases musicais. Essa frase pode até soar meio ridícula, mas é verdadeira; e o êxtase, sincero e permanente. Gravado entre 24 de novembro de 1966 e 21 de abril de 1967, chegou às lojas em 1.º de junho. Sete faixas no lado A, seis no lado B, 39 minutos e 52 de som.

Lançamento mundial simultâneo, uma novidade, Sgt. Pepper's vendeu de cara 11 milhões de cópias só nos EUA. Outra novidade: a capa e a contracapa (com as letras de cada faixa). A partir de um esboço rabiscado por McCartney, os designers Peter Blake e Jann Haworth juntaram-se ao desenhista Robert Fraser e montaram uma colagem de fotos com dezenas de celebridades das mais variadas procedências e heróis infantis e juvenis do quarteto, de difícil reconhecimento fora da Inglaterra.

Além do puzzle, havia a disputa sobre a melhor faixa. Árdua escolha, em permanente mutação. Nossa favorita sempre foi A Day in the Life, que começa com uma desalentadora leitura matinal: “I read the news today, oh boy”.

Sgt. Pepper's nasceu de uma crise – de identidade e criatividade. Os Beatles não suportavam mais participar de shows e ouvir aqueles gritinhos histéricos das fãs. “Não queríamos mais ser tratados como adolescentes, mas como adultos”, desabafou McCartney. “E fazer experiências musicais e sonoras em estúdio, irreproduzíveis em apresentações ao vivo.”

Já na época parecia desnecessário discutir se ao álbum se aplicava ou não o rótulo de conceitual. Depende do que se entende por isso, como se define o termo, pela costura de uma narrativa entre as letras ou por variações em torno de melodias afins ou pelas relações melódicas e harmônicas entre os temas selecionados. Os próprios Beatles recusaram a distinção.

Três dias depois do lançamento do álbum, Jimi Hendrix surpreendeu Paul, John, George e Ringo abrindo um show em Londres com uma interpretação personalíssima do tema que dá título ao disco. Mas ainda não é esse o melhor episódio do folclore de Sgt. Pepper's. Terminada a mixagem, o quarteto levou uma cópia em acetato ao apartamento da cantora Cass Elliot (Mama Cass), em King’s Road. Já (ou ainda) eram seis da manhã quando puseram o disco para tocar, no volume máximo e com as janelas abertas. As janelas vizinhas se encheram de gente. Grandes sortudos que ouviram, em primeira mão, o futuro Disco do Ano. Ou do século, na opinião de milhões de beatlemaníacos.

50 anos de uma obra como essa merece nossa homenagem! \o/ Relembre uma das músicas mais famosas do disco:


Preparamos um poster especial para todos os fãs dos Beatles. Saca só:


Gostou? Está a partir de 29,90. Garanta o seu na Loja Mundo Minimalista. Clique AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário